5

Um dos significados de Iniciar é orientar (alguém) na aprendizagem dos fundamentos de uma arte, atividade, etc.. Excluindo este significado, que parece não ser partilhado pelos outros dois verbos, existe alguma diferença ente começar, iniciar e principiar? Por exemplo, as frases seguintes parecem dizer a mesma coisa:

O autor começa a narrativa com uma descrição do palácio.

O autor inicia a narrativa com uma descrição do palácio.

O autor principia a narrativa com uma descrição do palácio.

A versão com inicia não me soa tão bem como as outras. Existem outros contextos em que estes verbos possam introduzir cambiantes diferentes no significado? Ou em que algum deles não seja apropriado?

  • Não vejo qual é o problema com "iniciar". Podes também juntar "encetar" à lista. – Artefacto Nov 13 '15 at 10:41
  • Não sei dizer. Talvez seja só falta de exposição minha. Parece-me que encetar tem aplicação mais limitada. Mas podes sempre discuti-lo numa resposta tua... – Jacinto Nov 13 '15 at 11:37
  • Principiar não conhecia, iniciar soa-me bem nessa frase. Acho que iniciar é um bocadinho mais formal que começar, pelo menos em Portugal. Principia presumo que seja ainda mais formal. Ou estou enganado? – Jorge B. Nov 13 '15 at 12:37
  • 1
    @JorgeB. Não estás enganado. Vê as respostas. – Jacinto Nov 14 '15 at 9:09
2

Não são muito diferentes; aliás, teria dificuldade em encontrar também uma diferença entre começo, início e princípio.

Registo

Começar é o verbo mais comum e é usado em todos os registos. Iniciar é mais usado na escrita e registos mais formais e principiar só mesmo na escrita.

Formas perifrásticas

Começar e principiar formam perífrases verbais com o gerúndio (esp. Brasil) ou a + <infinitivo> (especialmente em Portugal):

(1) Em 1974, os socialistas começaram cantando a «Internacional», a erguer o braço (como os romanos e os fascistas) ... mas de «punho cerrado» e, ainda, a tratar-se por «camaradas».
(2) No entanto, o padre de Barroso agachou-se na cova, e principiou a tirar seixos sarapintados de manchas amarelas, e laminados sobrepostamente.

Embora aqui o contexto não deixe dúvidas, frases deste género são ambíguas porque podemos interpretar "cantando" e "a tirar" com função adverbial. Com iniciar essa é a única interpretação possível (não forma perífrase verbal):

(3) A Bolsa de Nova Iorque teve uma semana de tendência mista, embora tenha iniciado a perder com alguma força.
(4) No quarto «set», ambos os tenistas aguentaram o serviço até ao nono jogo, que Sampras iniciou servindo um ás, que o árbitro julgou como sendo fora.

Também se pode dizer começar/principiar por + <infinito>, mas não iniciar por + <infinito>.

Iniciar como verbo intransitivo

O Aulete Digital mostra este exemplo:

(5) A semana iniciou com boas notícias.

Este uso é incomum. Geralmente usar-se-ia iniciar pronominalmente: iniciou-se. Começar e principiar não se podem usar usar pronominalmente.

Usos específicos de começar

Começar, em certos usos intransitivos e especialmente com por, parece dificilmente substituível por iniciar e principiar:

(6) Comecemos pelo primeiro.
(7) Começou pelo degrau de baixo.
(8) Começámos em último, mas chegámos à frente.
(9) As casas aqui começam nos 500 mil euros.

O Aulete Digital dá estas definições e exemplos:

  1. Iniciar (de determinada maneira). [tp. : A música começou altíssima.]
  2. Fazer sua estreia em algo, ou sua primeira experiência ou tentativa. [int.: A empresária começou vendendo jóias.]
  3. Fazer (algo) como início de ação, atividade, atuação etc. [tr. + por : Subiu ao palco para sua apresentação, e começou por contar uma anedota.]

Usos específicos de iniciar

Iniciar significa também:

  • Ensinar ou introduzir alguém ou a si mesmo em alguma disciplina, grupo, comportamento, etc.: David Sylvian iniciou-o nos prazeres contemplativos de «Flight & Premonition» e «Flux and mutability». (significados 2 e 3 do Aulete Digital)
  • Em informática, como sinónimo de arrancar (um programa, um computador) (significado 5 do Aulete); parece-me que como sinónimo de inicializar (significado 4 do Aulete) é raro o uso
| improve this answer | |
  • Boa resposta exaustiva. O iniciar intransitivo também me soa estranho, como no teu exemplo (3) e implicitamente no 3 do Aulete (música). Nos teus exemplos (6) a (8) e Aulete 4 e 5, dá-me a ideia que se começa alguma coisa (discussão, trabalho) ou a fazer alguma coisa, e eu estaria inclinado a aceitar principiar também, talvez com outra proposição: principiou com uma anedota. – Jacinto Nov 14 '15 at 8:03
0

Não parece haver diferença de significado entre os três verbos quando transitivos. Aos meus ouvidos de ultramar "principia" é unusual e eu muito provavelmente não usaria. Essa parece ser a única diferença que percebo. "Começa" e "inicia" soam bem. Por ordem decrescente, eu usaria:

  • O autor começa a narrativa com uma descrição do palácio.
  • O autor dá inicio a narrativa com uma descrição do palácio.
  • O autor inicia a narrativa com uma descrição do palácio.
| improve this answer | |

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.