6

Sem eira nem beira (Aulete) significa muito pobre. A eira compreende-se bem. A eira é um pedaço de chão plano e duro onde, em tempos, os agricultores punham os cereais ou leguminosas a secar ao sol, e depois os malhavam (ergunta acerca de mlhar) para separar a semente da palha. Portanto compreende-se que eira fosse sinónimo de abundância. Mas a beira? Que significa não ter beira?

A expressão já vem de longe. Encontramo-la em 1526 neste diálogo entre Duarte e Almeida na farsa O Clérigo da Beira de Gil Vicente:

enter image description here Gil Vicente, Clérigo da Beira, edição de 1562 (a primeira é de 1526) e edição mais legível de 1834.

6
  • Eu não tenho essa interpretação de eira. Acho que é mais: não tem sequer uma eira (nem sequer tem um pedaço de chão).
    – Jorge B.
    Nov 12 '15 at 14:20
  • 1
    Uma pessoa podia ter terreno e não ter eira: podia usar a eira doutra pessoa; nalgumas zonas havia também eiras comunitárias. É a ideia que dá este artigo sobre o ciclo do pão na Bismula. A eira não podia ser cultivada, algumas até eram empedradas. Seria um desperdício cada família ter uma eira que depois só seria usada meia dúzia de dias por ano. Outro artigo sobre trabalho na eira. Daí a minha ideia de a eira poder ser metáfora para o produto que de lá vinha.
    – Jacinto
    Nov 12 '15 at 19:21
  • Usamos a expressão no Brasil, mas ela certamente teve origem em Portugal. Digo isso porque não usamos os substantivos "eira" e "beira" separadamente, apenas na expressão. Usamos "a beira de", "na beira de", "na beirada de", mas não "uma beira" ou "uma eira", ao contrário do que ocorre em Terras Lusitanas.
    – Centaurus
    Nov 13 '15 at 15:16
  • @Centaurus, A eira pertence à agricultura manual do passado. Mas o Aulete tem até um significado especificamente brasileiro. Agora a expressão já era usada em 1526. Em Portugal beira também é sempre beira de alguma coisa, estrada, rio, etc.. E "querer sol na eira e chuva no nabal" não conheces?
    – Jacinto
    Nov 14 '15 at 8:39
  • "querer sol na eira e chuva no nabal" Não, nunca ouvi. O que significa? Imagino que as duas coisas sejam boas para o agricultor e que o ditado signifique "querer demais", ou "só querer aquilo que serve". É isso ?
    – Centaurus
    Nov 14 '15 at 13:25
6

Estive a fazer uma breve pesquisa e encontrei uma abordagem interessante sobre beira:

Beira é a beirada da eira. Quando uma eira não tem beira, o vento leva os grãos e o proprietário fica sem nada. Na região nordeste este ditado tem o mesmo significado mas outra explicação. Dizem que antigamente as casas das pessoas ricas tinham um telhado triplo: a eira, a beira e a tribeira como era chamada a parte mais alta do telhado. As pessoas mais pobres não tinham condições de fazer este telhado , então construíam somente a tribeira ficando assim "sem eira nem beira".

Outra abordagem que encontrei foi:

Expressão popular que significa : não possuir coisa alguma; ser extremamente pobre.Tem origem portuguesa; eira era o quintal,espaço livre; beira era o beiral da casa. Portanto quem não tem nem eira nem beira ,não tem nem terra nem casa.

Depois de ler estas duas explicações parece-me que o mais obvio será uma pessoa que não tem nem terreno (eira) nem casa (beira).

3
  • 3
    Bom trabalho de investigação. Mas essa do vento levar o grão é treta. Eu trabalhei em eiras. Depois de se ter tirado a palha grossa, e restar na eira uma mistura de palha fina e grão (trigo, feijão, grão de bico, o que for), atira-se a mistura ao ar com uma pá para o vento levar a palha; o grão é mas pesado e cai de novo na eira.
    – Jacinto
    Nov 12 '15 at 18:16
  • É essa também não me pareceu nada. Eu cresci numa aldeia também. Mas não tens eira nem beira pode muito bem ter vindo de não tens terra nem tecto. Seria uma boa analogia.
    – Jorge B.
    Nov 12 '15 at 19:25
  • 1
    Bem interessante. +1
    – Centaurus
    Nov 13 '15 at 15:22

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.