7

No Português do Brasil temos muitas variacões regionais. Como convivo com pessoas não só do mesmo estado que sou oriundo estas pequenas divergências acontecem.

Uma delas é com a palavra usada para significar expelir saliva pela boca. No Rio Grande do Sul costumamos dizer gospe. Em outros estados já ouvi dizer cospe.

Qual é a forma correta para o uso desta palavra?

  • 1
    Imagino então que também se diga guspidela, e que aquilo que se guspe seja o guspo? – Jacinto Oct 19 '15 at 8:31
  • 1
    Exactamente @Jacinto. – AFetter Oct 19 '15 at 10:32
  • 1
    Já morei no RS e em vários estados brasileiros. Nunca vi essa forma escrita. Algumas entonações do sotaque, em especial da região da fronteira, dão a impressão de que trocam o C pelo G em algumas palavras. Influência do espanhol? – jean Oct 19 '15 at 13:37
  • A pronúncia de cuspir e guspir para as crianças é semelhante. Quem não aprendeu a pronúncia correta quando criança fala assim, pois não fez essa associação com palavras derivadas pois eram pequenas demais e sem o conhecimento. Tem quem fale assim. Drible e Dibre é outro exemplo. – André Lyra Jan 15 '16 at 15:07
13

Guspir vem como variante de cuspir nos dicionários Houaiss (Lisboa, 2002), Sociedade da Língua Portuguesa (Lisboa, 1962), Michaelis, Aulete e Priberam. Vem sempre classificada de informal, coloquial ou popular. Eu em Portugal nunca ouvi, e alguns dicionários restringem ao Brasil; mas o Houaiss, Priberam e Michaelis não fazem qualquer restrição.

Os sons [k] de cuspir e [g] de guspir são muito parecidos. São produzidos com a boca e língua nas mesmas posições; a única diferença é que a garganta vibra para produzir o [g] e não para produzir o [k]. Aliás houve na evolução do latim para o português muitas palavras em que o som [k] mudou para [g].Temos até casos curiosos como lugar e local que têm ambos a mesma origem, o latim locale, ou mácula e mágoa, ambos do latim macula.

| improve this answer | |
  • 1
    Em Portugal também já ouvi "escupir" só por curiosidade. – Jorge B. Oct 19 '15 at 8:24
  • Lol, e era cuspir? Ou esculpir Ou escapar? – Jacinto Oct 19 '15 at 8:29
  • 1
    Comestes, bebestes e fizestes outras coisa é um clássico – Jacinto Oct 19 '15 at 9:50
  • 1
    @JorgeB., em espanhol é escupir; se calhar vem de lá. – Jacinto Apr 7 at 16:19
  • 1
    @ErgativeMan, de acordo; foi só para ilustrar a facilidade de passar de um som para o outro. Aliás, enquanto cuspir e guspir são variantes, mágoa e mácula nem são. – Jacinto Apr 9 at 10:05
1

Como representante daqueles que falam o ptBR, venho dar minha contribuição. Embora "gospe" seja reconhecida como uma variante regional, eu nunca ouvi essa forma nas minhas muitas décadas de vida no Brasil. Já estive no Rio Grande do Sul por diversas vezes mas sempre como turista ou para participar de congressos e, talvez por esse motivo, nunca ouvi algum gaúcho dizer "gospir". Por outro lado, embora muitos executem essa ação quase diariamente, a palavra é usada menos frequentemente. E nada como um gaúcho "da gema" para explicar os regionalismos, que lá são muitos.

| improve this answer | |
  • Um downvote ? Poderia ter deixado o motivo. – Centaurus Oct 21 '15 at 21:42
  • Totalmente incomum em meios mais letrados. Porém, não incomum entre os com pouca instrução, que ainda são muitos no Brasil. – André Lyra Jan 15 '16 at 15:10
  • Nos dicionários formais da língua portuguesa, Houaiss versão monousuário 3.0 e Miniaurélio Eletrônico versão 5.12, não consta a forma "guspir" e sim "cuspir". Como já falado, a primeira forma é mais utilizada informalmente por pessoas que acreditam estar certa por sempre terem falado de tal maneira. Sou de Santa Catarina e aqui muitas pessoas também usam "guspir" assim como conjugam esse suposto verbo com a letra "g". – Lissandra May 16 '17 at 20:06
1

Pra explicar a minha resposta, tenho que falar da minha origem: Sou gaúcho e tenho graduação em Engenharia Elétrica/Eletrônica, e especial habilidade pra escrever, e também leio muito. Fui criado e morei num bairro de periferia de Porto Alegre. Nunca escutei a palavra "cospe" antes de ter meus 30 anos de idade. Falo e escrevo "gospe" e considero apenas uma variante da linguagem e plenamente aceitável. Pra deixar claro, acho inaceitável que a academia prescreva como as palavras vão ser pronunciadas ou escritas, tentando engessar a língua. A escrita deve apenas "escutar" e por no papel o que seja mais conveniente.

| improve this answer | |
0

Gospe é uma versão errada da palavra certa Cospe. Pode até estar num dicionário obscuro mas não significa que esteja correta.

É como outras palavras que já ouvi como "córnicis", para se referir à "cobrança de corner no futebol", "uma lata de cambalacho", para se referir a "uma lata de Carbolac" (o impermeabilizante vendido no Brasil), "tem que trocar o fuzil", em referência a "fusível" e assim por diante.

| improve this answer | |
0

A forma coloquial "guspir", embora seja bastante usada em algumas regiões do Brasil, não é privilegiada pelo VOLP (Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa).

Portanto, ela é considerada não culta.

| improve this answer | |

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.