5

Fiquei surpreso quando vi esta definição de "ali" no Aulete (numeração dos exemplos minha):

1. Em lugar distinto daquele em que se está, que pode ser próximo ou distante; naquele lugar: (1) Por favor, deixem suas malas ali., (2) Foi para a Europa, e vai ficar ali até o verão.

Ora, eu nunca me passaria pela cabeça dizer a segunda frase. Eu diria:

(3) Foi para a Europa, e vai ficar até o verão.

"Aí" também me parece possível (embora não tão apropriado como "lá"), mas não "acolá" ou "além":

(4) Foi para a Europa, e vai ficar aí até ao verão.
(5) *Foi para a Europa, e vai ficar acolá até ao verão.
(6) *Foi para a Europa, e vai ficar além até ao verão.

Sou só eu?

4
  • Eu também diria vai ficar lá, mas tenho ideia de já ter visto ali usado dessa maneira.
    – Jacinto
    Oct 13 '15 at 7:24
  • @Jacinto os São-tomenses dizem muito isso.
    – Jorge B.
    Oct 13 '15 at 8:18
  • Let us continue this discussion in chat.
    – Jacinto
    Oct 13 '15 at 9:32
  • A língua Portuguesa é constituída de milhares de palavras e expressões. Muitas delas caíram no desuso ou são usadas muito raramente. E concordo contigo, Artefacto. Eu diria "vai ficar lá até o verão" embora não me pareceria errado se eu ouvisse alguém dizer "ali". Soaria estranho, sem dúvida, mas não errado.
    – Centaurus
    Oct 14 '15 at 1:00
4

O Dicionário da Academia das Ciências de Lisboa (DACL) concorda com o Aulete, e eu concordo com o Artefacto. Nomeadamente este exemplo do DACL tal como o do Aulete não me entram na cabeça:

(a) Nasceu em Angola mas nunca mais ali voltou. (DACL)
(b) Foi para a Europa, e vai ficar ali até ao verão. (Aulete)

Eu diria

(a1) Nasceu em Angola mas nunca mais voltou.
(b1) Foi para a Europa, e vai ficar até ao verão.

Entre outros significados, o DACL apresenta ali como indicando o lugar (ou no lugar ou ao lugar) mencionado anteriormente, e sendo neste sentido sinónimo de e . Sendo assim, as frases (a) e (a1) seriam equivalentes, tal como as (b) e (b1). Mas eu creio que esta equivalência entre ali e não corresponde ao uso em Portugal. Vejamos os seguintes exemplos:

(c) A Ana chegou à China e decidiu ficar uns tempos. Mandou de vários postais aos amigos. (d) Um dia foi visitar um pagode e sentou-se na escadaria a admirar a paisagem. Foi ali que ela conheceu o Chung Peng. Dali avistava-se a cidade lá em baixo. Chegavam até ali os ruídos da cidade.

Neste exemplo, eu não substituiria em (c) os por ali. Aceitaria substituir em (d) os ali por . E parece-me que há aqui um padrão:

(e) A Ana foi a Nova Iorque. Ficou duas semanas.
(f) Um dia foi ao Central Park. Estava-se bem. (Estava-se ali bem, com alguma boa vontade.)
(g) Sentou-se num banco à sombra. Estava-se ali bem. (Ou estava-se bem.)

Parece-me que o que se passa é o seguinte. Nós usamos e ali para indicar um lugar diferente daquele em que estamos e também diferente daquele em que está o nosso interlocutor. Ali é usado para lugares relativamente próximos e à vista, e para lugares relativamente longe, não necessariamente à vista:

(h) As chaves estão ali, não vês? em cima daquela mesa, junto à janela.
(i) Vai ao teu quarto, vê na gaveta da mesinha de cabeceira, que as chaves estão .

Nos exemplos (d) e (g) nós podemos imaginar-nos a seguir a Ana, de modo que quando ela está sentada na escadaria ou no banco, o lugar está à nossa vista, e por isso podemos usar ali. Quando ela está na China, exemplo (c), não usamos ali: ou nós não estamos na China, e então a China está muito longe e fora da nossa vista; ou se podemos ver a China é porque estamos lá, e então nem ali nem se aplicariam. Diríamos, veio visitar a China e ficou cá uns tempos. Passa-se o mesmo com Nova Iorque.

Para indicar um lugar literalmente à vista, que não é onde estamos nem onde o interlocutor está, além de ali, podemos também usar acolá e alem. Eu diria que acolá e além usam-se preferencialmente para lugares relativamente afastados, enquanto ali é usado preferencialmente para lugares próximos.

Conclusão relativamente à nossa discordância com os dicionários. Tal como é usado em Portugal, ali indica o lugar mencionado anteriormente, se a narrativa for propícia a que nós nos imaginemos a observar esse lugar de curta distância (ou se nó o podermos ver de facto, claro). Caso contrário, usa-se . Mesmo quando ali é possível, o também é, mas aí já não nos imaginamos ao pé.

10
  • As frases de d) soar-me-ia melhor com "aí", mas não sei bem porquê. Se estivermos a apontar um objeto, é clara a diferença ("aí" implica que o objeto está perto do interlocutor, "ali" algo afastado dos dois, mas ainda relativamente perto, "aqui" perto do locutor, "além"/"acolá" longe de ambos, mas para onde ainda conseguimos apontar, e "lá" qualquer coisa fora de vista). Mas nestes contextos mais abstratos, a situação complica-se.
    – Artefacto
    Oct 13 '15 at 11:11
  • Também concordo com o na (d). Curiosamente, na (g) já prefiro o ali.
    – Jacinto
    Oct 13 '15 at 11:15
  • 2
    No Brasil, em relação ao uso corriqueiro do 'lá' e do 'ali', eu percebo que o 'lá' sempre aparece depois do verbo ("Ana foi a Nova York. [Ana] Ficou lá duas semanas") e 'ali' sempre antes do verbo ("Ana foi a Nova York. Ali [Ana] ficou duas semanas"). No meu meio, a primeira forma - usando o 'lá' - é a mais comum. E se me recordo bem, a segunda forma - usando o 'ali' - só vi na literatura mesmo. Oct 13 '15 at 13:17
  • @PEdroArthur no Brasil, não se poderia dizer "lá em casa come-se tarde", "ficou duas semanas lá", "põe ali naquela mesa" e "foi ali ao fundo que eu tropecei"? Em Portugal, sim.
    – ANeves
    Oct 13 '15 at 17:18
  • 1
    @ANeves entendi. A interrogação ficou escondida no meio das aspas. Eu tentei ressaltar o uso no Brasil em relação a casos semelhantes aos apresentados pelo OP. Desculpe se isso ficou implícito. E sim, seus contraexemplos me parecem válidos. Porém, o mais comum seria ouvir "a gente come tarde lá em casa". Nas outras frases, o 'lá' ou o 'ali' deixariam implícito que o objeto apontado está longe ou perto, respectivamente: se houvesse duas mesas, 'lá' seria a mais longínqua. Oct 13 '15 at 20:41
3

Creio que existe uma sensação de maior proximidade ao usar a palavra ali , especialmente para localizações ou lugares, não só devido à semelhança com aqui:

  1. Neste lugar.

...

  1. (Opõe-se a ali, para designar um lugar ou um facto, determinados ou não.)

Como também ao lhe perguntarem:

Onde está o(a) objecto(pessoa) X?

Caso esteja ao seu alcance (visual mas não táctil), responde mais naturalmente:

Está ali.

Caso contrário, responde:

Está lá/acolá (no outro lugar).

Alguns exemplos:

  1. Estamos com vontade de ficar ali. (artigo em PT mas frase em BR);
  2. Eu estava de pé quebrado, então tinha que ficar ali o tempo todo. (BR);
  3. O que dizer olhando para essas fotos? Vontade de ficar ali. (BR);
  4. Atos 15:34: Mas pareceu bem a Silas ficar ali. (BR);
  5. Exatamente ali ... (BR);
  6. Ali foi o local do palácio dos reis de Portugal durante cerca de dois séculos (BR para audiência PT?).

Por isso a frase:

Foi para a Europa, e vai ficar ali até o verão.

Pode indicar uma proximidade maior, talvez por o interlocutor apontar/referir uma fotografia ou mapa ao seu alcance, quando pronunciou essa mesma frase. Logo a expressão "ficar lá" poderia ser um pouco desadequada neste contexto.

Compare também com a resposta do Jacinto, exemplos (h) e (i).

2
  • 1
    Eu concordo com o ali no mapa ou na foto. Mas repara que os dicionários não restringem o uso de ali a situações em que haja alguma coisa que se possa apontar.
    – Jacinto
    Oct 13 '15 at 11:05
  • 1
    @Jacinto exato. Não é necessário uma ligação visual direta, ou seja, parece depender mais do contexto e da situação decorrente.
    – Armfoot
    Oct 13 '15 at 11:15
2

Segundo a minha experiência em Portugal:

Aqui, e ali referem-se à posição explícita de algo em relação ao ambiente próximo de quem comunica. Implicando proximidade, especificam se é respectivamente ao comunicador, ao ouvinte, ou a nenhum deles.

Enquanto que e exprimem a proximidade de algo com quem comunica, num âmbito de distância. Se é "aqui perto" (cá) ou "lá longe" (lá).

Sendo conceitos parecidos, por vezes podem ser usadas indistintamente.
No entanto, segundo a minha experiência e por implicar proximidade, ali nunca seria usado para algo distante como foi para a Europa, e vai ficar ali até o verão.


As palavras aqui, e ali são usadas para indicar um lugar perto, que frequentemente está visível. E explicitam se está:

  • Aqui, na vizinhança de mim;
  • Aí, na vizinhança de com quem se fala;
  • Ou ali, fora da vizinhança de ambos.

Tens frio? Sai d de perto da janela e vem para aqui para perto da lareira. Se quiseres, tira uma mantinha dali do armário.


As palavras e são usadas para indicar qual a relação de distância entre algo e quem fala: se algo é/está/se-passou "aqui na zona em que eu estou" ou "numa zona longe de mim".

Voltei, voltei, voltei de ; ainda agora estava em França e agora já estou . ♪

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.