5

Qual é a diferença entre as interjeições "Boa!" e "Bom!"? As definições que encontrei no dicionário Priberam são quase iguais:

boa

  • interjeição
    [Informal] Expressão designativa de aprovação, admiração ou ironia.

bom

  • interjeição
    Expressão designativa de admiração, aprovação, etc.

Como saber quando se deve usar uma ou a outra? Depende no sexo de um(a) referente? E se for, qual referente?

Sempre ouvi "Boa!" como sinónimo de "Bem feito!" e fiquei curioso porque escolher "boa" em vez de "bom" ou "bem".

(Já sei que as palavras "boa" e "bom" têm muitos outros usos, mas estou a perguntar somente sobre os usos acima—quando usadas como interjeições de aprovação ou similar.)

5

O significado que o Priberam dá para "bom!" não corresponde também à minha experiência. Parece-me mais parecido a "bem".

Comecemos por boa:

(1) - Acabei agora mesmo o trabalho. - Boa! Podes começar o seguinte. (aprovação)
(2) - Boa! Como é que conseguiste acabar isso em tão pouco tempo?! (admiração/aprovação)
(3) - Boa! Agora vamos ter de limpar esta merda toda! (irónico)

"Bom" não pode substituir "boa" nas frases acima. Quando muito poderia substituir-se por "muito bom", tal como no exemplo que o Aulete dá:

(4) Muito bom! Sua intervenção foi perfeita!

Só por si, é sinónimo de "bem". Citando o Aulete:

22 Us. quando se quer encerrar um assunto ou introduzir outro; BEM: Bom, agora chega de conversa.

Eu acrescentaria que há contudo mais significados:

(5) Pensei: bom, se calhar agora deu-lhe para a religião.
(6) Bom, agora deu-te para a religião ou quê.
(7) A vida é assim... bom, até é bastante positiva.
(8) Bom, bom, vamos dar início à aula.
(9) - Não tenho rosmaninho. - Bom, podes usar antes alecrim.

Relacionados com o significado de 22, estão (5), que introduz uma conclusão e (6), que expressa desaprovação (também em jeito de conclusão) e (8) que expressa além de desaprovação, impaciência.

Mas (7) simplesmente preenche uma pausa na fala e (9) parece simplesmente um reconhecimento de um facto. Como, de resto, o Jacinto menciona na sua resposta, esse reconhecimento pode mesmo ser uma anuência reticente:

(10) - Vou sair com os meus amigos. - Bom, vê lá se não chegas tarde.

Uma forma mais neutra de anuir seria usar "muito bem", que por isso já precisa mais de um "mas" para expressar reservas (e que mesmo assim não soa tão irritadiço como a frase com "bom"):

(11) - Vou sair com os meus amigos. - Muito bem, mas vê lá se não chegas tarde.

Disse que "bem" era sinónimo, mas os significado não é exatamente o mesmo. "Bom" é mais agressivo, mais brusco do que bem. Consequentemente, é mais fácil expressar desaprovação ou impaciência com "bom" do que com "bem". Repare-se que existe a expressão "bom, bom" (como em (8), mas que pode até expressar uma ameaça), mas não "bem, bem".

3
  • "vê lá" é uma locução interessante. Qual terá sido a origem? "vê lá" o que e onde?
    – Centaurus
    Oct 12 '15 at 17:04
  • Na definição 22 do Aulete só usamos "bem". Raramente "bom"
    – Centaurus
    Oct 12 '15 at 17:06
  • @Centaurus O "lá" não há de ser literal aí, tal como em "sei lá". Mas acho que há aí material para uma pergunta :)
    – Artefacto
    Oct 12 '15 at 20:31
2

A definição da interjeição bom no Priberam para mim está praticamente diametralmente errada. A de boa está correta. Vou transcrever a definição do Dicionário da Academia das Ciências de Lisboa, que corresponde ao meu entendimento:

Bom
1 Exclamação que exprime descontentamento. Bom! Não insistas, já disse o que tinha a dizer! Bom, Bom! já não estou a gostar nada disso!
2 Exclamação que introduz enunciados no discurso oral. Bom! Vamos lá embora. Bom! O que é que eu estava a dizer?

Na minha experiência, bom pode ainda introduzir um consentimento renitente ou cético:

"Mãe, deixa-me lá ir. Eu prometo que estou em casa da meia noite." – "Bom! Então está bem. Mas olha que é mesmo para estares em casa antes da meia noite!"

Bom é em todos estes sentidos substituível por bem. É claro que com as interjeições a entoação conta muito. E com a entoação apropriada poderia conseguir-se exprimir aprovação com bom. Mas os usos acima é que são os típicos.

Sobre boa não há dúvida: serve para exprimir aprovação e agrado com entusiasmo:

"Passei com nota máxima!" – "Boa! Assim mesmo é que é!"

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.