5

A seguinte frase parece-me difícil de aceitar:

(1) Ela acabou de ensinar.

Onde ensinar tem o sentido 2. do Aulete Digital: "Dar aulas (de); LECIONAR"

Pode, contudo, dizer-se:

(2) Ela acabou de ensinar frações ao 5º ano.
(3) Ela acabou de lecionar uma aula/várias aulas (mas não simplesmente "lecionar").

Onde "ensinar" tem o sentido 3.: "Fazer adquirir ou adotar, por ensinamento ou por experiência". Também se pode dizer, com "ensinar" no sentido 2.:

(4) Ela acabou de deixar de ensinar.

O Aulete define também "acabar de + <infinitivo>":

b) seguido da prep. de + v. principal no infinit., indicando término de uma ação: "...jamais havia pensado no que ela acabara de perguntar." (Paulo Coelho, Brida); "...ao lado da motocicleta que acabava de ganhar." (Antonio Callado, Bar Don Juan).]

Ora esta explicação parece-me claramente insuficiente. Poderia dizer-se o exatamente o mesmo de "deixar de + <infinitivo>", mas o significado dessoutra locução é claramente distinto (ainda que implique cessação).

Então, qual é o significado de "acabar de + "?
E porque é que "Ela acabou de ensinar." não é uma frase possível?

  • 2
    E a pergunta é? – Jacinto Oct 10 '15 at 16:27
  • @Jacinto A pergunta é qual é o significado de "acabar de + <infinitivo>" e porque "ela acabou de ensinar" não é possível, já que seria (discutivelmente) compatível com o significado apontado no Aulete ("término de uma ação"). – Artefacto Oct 10 '15 at 18:26
  • 1
    Fixe, vou pensar no assunto. Não se perdia clarificares isso no fim da pergunta. – Jacinto Oct 10 '15 at 18:49
5

O Dicionário da Academia das Ciências de Lisboa apresenta dois significados muito parecidos de acabar de + infinitivo:

13 Ir até ao fim, terminar (a ação expressa pelo verbo no infinitivo). ≠ começar a. Acabou de ver o filme da televisão e foi-se deitar.
14 Ter feito ou ter acontecido em momento imediatamente anterior ou muito recente (a ação ou processo expresso pelo verbo no infinitivo). Acabei de mandar um telex. O avião acabou de aterrar.

O ponto 13 significa concluir. De facto o Aulete está confuso. Interpreta término como conclusão, parece significar 13, mas os exemplos são de 14.

Recorrendo só à experiência pessoal, eu diria que acabar de, no sentido 13, só se aplica a processos com princípio e fim possíveis de definir a priori. Caso contrário não seria possível falar de conclusão.

Acabei finalmente de ler o Guerra e Paz. (Os limites à priori são a primeira e última página.)
Estou a acabar de fazer o jantar. (O arroz está quase no ponto.)
Acabei de ensinar as frações ao 5º ano. (Havia uma tarefa programada, que foi concluída.)
Acabei de construir a casa. (Coloquei a última telha, ou seja lá qual for a última coisa que se faz.)

No sentido 14, acabar de, novamente recorrendo apenas à experiência pessoal, aplica-se só a eventos vistos como unidades claramente limitadas num espaço curto de tempo (aterrar o avião, mandar um telex); não se aplica a verbos quando designam faculdades ou atividades recorrentes ou continuadas ao longo da vida. Por isso:

(1a) Acabei de falar com ele mas não (1b) acabei de falar.
(2a) Acabei mesmo de pensar nisso mas não (2b) acabei de pensar.
(3a) Acabei de lecionar uma aula mas não (3b) acabei de lecionar.
(4a) Acabei de pescar um chicharro mas não (4b) acabei de pescar.
(5a) Acabei de fazer 40 anos de ensino, (5b) não acabei de ensinar.
(6a) Acabei de ensinar Inglês; agora vai ser Francês. mas não (6b) Acabei de ensinar Inglês.

Inglês em (6a) seria entendido como uma ou várias lições de Inglês nesse dia. Uma razão para não se dizer as alternativas (b) é que elas seriam ambíguas: não se perceberia se a pessoa tinha parado temporariamente ou definitivamente de falar, pensar, etc.

A tua frase (4), ela acabou de deixar de ensinar parece-me possível gramaticalmente, interpretando-a como acabou de dar a sua derradeira aula, acabou de se despedir do ensino, acabou de se reformar, acabou de largar o ensino. Agora o estilo é péssimo.

| improve this answer | |
  • Ah, nem me ocorrera o significado 13 do dicionário da Verbo. Repara que os exemplos do Aulete são ambos com o significado 14. Agora, o argumento de que as frases (b) são impermissíveis devido a ambiguidade é que me parece fraco, pelo menos precisaria de mais qualquer coisa. Afinal de contas, "acabei de ler o Guerra e Paz/de fazer o jantar/de ensinar frações" são ambíguas entre 13 e 14. Ler "Acabei de lecionar uma aula" como 13 parece-me muito díficil e "Acabei de fazer 40 anos de docência/ensinar Inglês" só me é possível ler como 14. – Artefacto Oct 10 '15 at 21:33
  • Também não sei se a limitação que dás ao uso de 14 é correta (unidades claramente delimitada no tempo). "Acabei de ensinar" não é possível, mas também não o é "Acabei de ensinar durante 40 anos". Por outro lado, "acabei de fazer 40 anos de ensino" já funciona, onde o evento já é o completar dos 40 anos, não o ensinar. – Artefacto Oct 10 '15 at 21:45
  • Eu não digo que as (b) são impermissíveis; apenas que não as ouço: é uma mera constatação. Existir ambiguidade entre 13 e 14 não é importante: implicam ambas uma 'tarefa' ou acontecimento concluído; não que se tenha parado para todo o sempre de fazer isto ou aquilo. Ambiguidade entre 13 e 14 existe no jantar, aula, frações, inglês. O 14 significa que aconteceu mesmo agora: não consegues ter lido o Guerra e Paz todo mesmo agora, para não falar dos 40 anos. – Jacinto Oct 10 '15 at 21:46
  • @Artefacto Precisei o meu entendimento do uso do 14 – Jacinto Oct 10 '15 at 21:55
  • OK, o meu 2o comentário não faz muito sentido. "Acabei de ensinar (durante 40 anos)" não funciona porque não encaixa na definição 14 "acontecer recentemente"; quando li essa parte esqueci-me do resto. Para acontecer (como um todo) recentemente, tem de acontecer num espaço de tempo curto, como dizes. Acho que é isso, não (ou não somente) a ambiguidade que apontas a seguir. – Artefacto Oct 10 '15 at 22:01
2

Em ptBR, ensinar como verbo intransitivo, seu exemplo nº 1 ("Ela acabou de ensinar"), é usado quando o contexto não deixa dúvida em relação ao que foi ensinado.

(a) - "Será que alguém vai saber resolver essa equação?"

(b) - "João, a professora acabou de ensinar."

"Ela acabou de ensinar" sem contexto, não é usado em ptBR.

Os exemplos 2 e 3 não apresentam problemas, ensinar está sendo usado como verbo transitivo. Pode ser transitivo direto ou indireto.

td - "Ela ensina matemática naquela escola."

ti - "Meu pai ensinou meu irmão a nadar."

O exemplo 4 ("Ela acabou de deixar de ensinar") não seria ouvido por estas bandas. Simplesmente diríamos:

"Ela acabou de largar o magistério." ou

"Ela acabou de deixar o magistério."

Finalmente, "acabar de" indica que uma ação foi completada há pouco tempo. Corresponde ao "I've just...." (I've just seen, written, told, etc)

| improve this answer | |
  • Concordo que corresponde a "I've just <past participle>", mas isso só ajuda quem conhecer a expressão em inglês. O significado implica a ação tem sido completada há pouco tempo. Contudo, se eu tiver tido uma carreira no ensino, mas a tiver deixado há pouco pouco, não posso dizer "Acabei de ensinar". Porquê? – Artefacto Oct 10 '15 at 18:29
0

"Acabar de" pode significar que a acção foi praticada há pouco tempo atrás. equivalendo a HAVE JUST.

Nunca se pode dizer, por exemplo: "ele acabou de chegar". Porque o CHEGAR não é um processo, diz-se ele ACABA DE CHEGAR, isto é o verbo está no presente mas a representar algo que aconteceu num passado muito recente.

| improve this answer | |
  • 2
    Se, como tu dizes, para exprimir uma ação acabada de realizar o verbo acabar tem que estar no presente, os exemplos do Dicionário da Academia de Ciências de Lisboa estão errados (ênfase minha): Acabar de 14 Ter feito ou ter acontecido em momento imediatamente anterior ou muito recente (a ação ou processo expresso pelo verbo no infinitivo). Acabei de mandar um telex. O avião acabou de aterrar. – Jacinto Dec 21 '15 at 12:05

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.