10

O povo gaúcho (viventes do sul do Brasil) tem como costume por vezes usar em suas frases a interjeição tchê.

Exemplo:
Tchê, hoje ta um frio de renguear o cusco.
Esse guri nem sabe o que tá fazendo, tchê.

Entre muitos outros exemplos.

Gostaria de saber da origem dessa interjeição

6
  • 1
    @Jacinto então isso é uma interjeição... kkkk Sep 21 '15 at 20:08
  • 1
    Prefixo e sufixo não é de certeza. Se vires o edit, eu expliquei lá o que eles são. Pelos teus exemplos, parece-me uma interjeição
    – Jacinto
    Sep 21 '15 at 20:12
  • 1
    Os habitantes de São Tomé e Príncipe também costuma usar essa interjeição.
    – Jorge B.
    Sep 22 '15 at 9:46
  • 1
    @JorgeB. Interessante. E tu sabes qual a grafia que usam ?
    – Centaurus
    Sep 22 '15 at 16:09
  • 1
    @Centaurus os São Tomenses costumam escrever xeh ou . Costumam usar em tom de admiração como por exemplo, xeh, estás mesmo a dizer isso de mim?
    – Jorge B.
    Sep 22 '15 at 16:14
6

Há um artigo em Castelhano sobre che na Wikipedia. Chê é a grafia Castelhana de tchê. Diz que a origem não é consensual, e identifica várias possibilidades, entre as quais, as indicadas nas outras respostas:

  • Guarani, onde a palavra significa eu ou meu, pronunciada tchê no nordeste argentino, e no Paraguai.
  • Mapuche, falado no sul do Chile, onde a palavra siginica gente
  • Quechua falado no norte do Peru e Equador, significando ouve/ouça (tu/você imperativo).
  • De Veneza, donde vieram muitos imigrantes para a Argentina, da palavra ció, pronunciado tchó. Na região de Veneza diz-se che vol, ció? ou que queres, tchó?
  • Valenciano, variedade de Catalão, onde se escreve xe e se pronuncia ché (ou tché?).
7
  • 1
    Achei muita graça quando topei com o "che" valenciano, pensei "ô, gente, que conexão inusitada com os pampas!".
    – brasofilo
    Sep 27 '15 at 12:32
  • 1
    E os valencianos usam-no do mesmo modo? O artigo não é completamente claro sobre isso. Eu estava a leste destes tchês todos.
    – Jacinto
    Sep 27 '15 at 13:13
  • 1
    Nunca fui atrás da etimologia, do que tenho entendido e tal como uso, é uma interjeição tipo "nossa", "puxa", "pôxa, "epa"" (ptBR).
    – brasofilo
    Sep 27 '15 at 13:45
  • 1
    Aqui em Portugal há quem diga tchiii, xiii para exprimir admiração. Às tantas isto são tudo manifestações dum fenómeno mais generalizado do que se julga. Eu tenho tendência para o eh pá, provavelmente relacionado com o epa brasileiro, mas claramente duas palavras (porque aqui se parecem ser duas palavras é porque são mesmos duas no mínimo).
    – Jacinto
    Sep 27 '15 at 14:00
  • 1
    É fato, tinha esquecido do "xi", mas ali por Espirito Santo/Minas Gerais é usado mais para no contexto de "xi, deu melda"...
    – brasofilo
    Sep 27 '15 at 14:03
5

Tchê é uma interjeição usada por gaúchos (pessoa nascida no Rio Grande do Sul, e também em terras vizinhas como o Uruguai e nordeste da Argentina) e tem o sentido de "cara", "mano", "amigo", "meu chapa". Acho (opinião pessoal) que de certa forma corresponde ao "Ô meu!" dos Paulistas.

Existem duas versões para a expressão, uma que tem origem nos índios, e outra de origem espanhola. Uma antiga tribo indígena da patagônia chamada Mapuche, que quando queriam chamar as outras pessoas de gente, diziam che. Já a versão espanhola, para abreviar a expressão “gente do céu”, diziam apenas “Che!”, para expressar qualquer sentimento de espanto, susto, ou qualquer exclamação. Para os espanhóis, che era a forma de apelar para Deus, mas também de chamar as pessoas.

Com a descoberta da América, os colonizadores espanhóis trouxeram essa expressão para as colônias da América do Sul, e como o Rio Grande do Sul é um estado ao lado, acabaram incorporando o tchê em seu vocabulário, que é utilizado até hoje, por pessoas de todas as idades, e de toda a parte do estado. Significados.com.br

3

Tchê é uma interjeição coloquial usada por gaúchos (sul riograndenses) e por povos vizinhos do Rio Grande do Sul (Uruguai e Argentina).

É uma expressão de saudação, exclamação para se referir a alguém e tem o mesmo significado de cara, amigo ou afins.

Existem duas versões para a origem da expressão. Uma delas diz que ela teve origem do espanhol "che", uma interjeição semelhante a "ei".

A outra versão diz que a expressão teve suas origens no guarani da população indígena. Dependendo de seu uso, ela pode significar "eu", "meu" e também "amigo".

Não tenho fontes muito confiáveis de que realmente seja isso, mas foi assim que eu aprendi.

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.